Jornalista Laerte Fernandes morre aos 83 anos em SP

O jornalista Laerte Fernandes morreu nessa terça-feira, 18, aos 83 anos. Ele estava internado desde o dia 26 de junho na Beneficência Portuguesa, em São Paulo, após sofrer um Acidente Vascular Cerebral (AVC). “Faleceu ontem, 18 de agosto de 2020, meu grande e querido pai Laerte Fernandes, aos 83 anos, vítima de um AVC. Estava hospitalizado há quase 2 meses e hoje se liberta dos fios e de um corpo que já não respondia e não podia se comunicar. Segue meu pai, livre, luz!!”, escreveu a filha Claudia Fernandes nas redes sociais.
Laerte foi da equipe fundadora do Jornal da Tarde, era secretário da redação nos anos 1980 ao lado de Ivan Ângelo e Miguel Jorge, ex-ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior no governo Lula. Antes, foi também editor-chefe do JT. “Cuidava do jornal durante o dia, sempre muito preparado, tinha uma maneira de agir com as pessoas muito afável, conseguia controlar bem tudo na redação, sem nenhuma prepotência, sobretudo na base da conversa. Ele era um homem da redação, sempre foi muito competente”, afirmou Miguel Jorge, que conheceu Laerte Fernandes em 1963.
Nascido no litoral norte, Laerte se identificava como caiçara. Além dos cargos no JT e no Estadão, é lembrado pelas reuniões que organizava em sua casa com jornalistas do Grupo Estado e políticos, cientistas sociais, ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) e personalidades do mundo das artes.
“Laerte era aquela pessoa conciliadora da redação. Sempre com sorriso pronto e disposto a achar soluções. Tinha um espírito corpo de bombeiro, nunca incendiário”, lembra o jornalista Mário Marinho, que foi editor no JT.
Educado, polido, didático e competente. Foi assim que a jornalista e professora da Universidade de São Paulo (USP) Cremilda Medina descreveu Laerte em passagem de seu livro Por Trás da Notícia: O Processo de Criação das Grandes Reportagens. Os dois trabalharam juntos na Folha de S.Paulo, como colegas de reportagem, e no Jornal da Tarde, na época em que ele era secretário de Redação e ela, repórter policial.
O velório seguido de cremação está marcado para a tarde desta quarta-feira, 19, no Memorial Parque Paulista, em Embu das Artes, na Grande São Paulo.